Oração da Serenidade

"Concedei-me, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar; Coragem para modificar aquelas que posso; e Sabedoria para conhecer a diferença entre elas. Vivendo um dia de cada vez; Desfrutando um momento de cada vez. Aceitando que as dificuldades constituem o caminho à paz. Aceitando, como Ele aceitou, este mundo tal como é, e não como Ele queria que fosse. Confiando que Ele acertará tudo contanto que eu me entregue à Sua vontade. Para que eu seja razoavelmente feliz nesta vida e supremamente feliz com Ele eternamente na próxima. Amém."

"Eu me entrego, com todos os meus problemas e com todos os que eu amo, bem como nossos futuros, nas mãos de Deus, e Nele confio."

"Não mostre ao seu Deus o tamanho do seu problema, mostre ao seu problema o tamanho do seu Deus"

Vida não precisa ter medo, basta ter cuidado!

"Se você for esperar pelo motivo certo para fazer alguma coisa, nunca faz nada."

(J)usto (E)special (S)alvador (U)nico (S)abio.

domingo, 16 de dezembro de 2012

Vencedor do Concurso - no boteco...


No boteco: concurso de brinde!

Antônio levanta seu copo de cerveja e brinda:
-"Quero passar o resto da minha vida, entre as pernas de minha esposa!"
Isto lhe rendeu o prêmio de melhor brinde da noite no buteco!
Voltou para casa e disse à sua esposa:
- Maria, eu ganhei o prêmio para o "Melhor Brinde da Noite no Buteco".
- Parabéns! E qual foi o brinde?
Sem coragem de contar a verdade, ele falou:
- Eu brindei: "Quero passar o resto da minha vida na igreja, sentado ao lado de minha mulher".
- Puxa, isso foi realmente muito bonito!
No dia seguinte, Maria encontrou um dos amigos de Antonio, que riu furtivamente e disse:
- Sabe, dona Maria, que o Antonio ganhou o prêmio de melhor brinde da noite?
E o brinde foi sobre você...
- Sim, ele me contou e eu fiquei surpresa, pois ele não é muito chegado no assunto. Desde que casamos ele só esteve lá uma vez...Eu até tive que puxá-lo pelas orelhas para fazê-lo entrar, as ele caiu no sono antes da "benção final".

PERDEU UMA ÓTIMA OPORTUNIDADE DE FICAR CALADO!!! rsrs...

Imagem: http://www.botecagem.com.br/2010/05/os-10-melhores-botecos-de-sao-paulo/

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

UMA BELA AULA DE DIREITO e de CIDADANIA.


Uma manhã, quando nosso novo professor de "Introdução ao Direito" entrou na sala, a primeira coisa que fez foi perguntar o nome a um aluno que estava sentado na primeira fila:

- Como te chamas?

- Chamo-me Juan, senhor.

- Saia de minha aula e não quero que voltes nunca mais! - gritou o desagradável professor.

Juan estava desconcertado. Quando voltou a si, levantou-se rapidamente, recolheu suas coisas e saiu da sala. Todos estávamos assustados e indignados, porém ninguém falou nada.

- Agora sim! - e perguntou o professor - para que servem as leis?...

Seguíamos assustados, porém pouco a pouco começamos a responder à sua pergunta:

- Para que haja uma ordem em nossa sociedade.

- Não! - respondia o professor.

- Para cumpri-las.
- Não!

- Para que as pessoas erradas paguem por seus atos.
- Não!!!

- Será que ninguém sabe responder a esta pergunta?!

- Para que haja justiça - falou timidamente uma garota.

- Até que enfim! É isso... Para que haja justiça. E agora, para que serve a justiça?

Todos começavam a ficar incomodados pela atitude tão grosseira. Porém, seguíamos respondendo:
- Para salvaguardar os direitos humanos...
- Bem, que mais? - perguntava o professor.
- Para diferençar o certo do errado...  Para premiar a quem faz o bem...

- Ok, não está mal, porém... Respondam a esta pergunta: agi corretamente ao expulsar Juan da sala de aula?...

Todos ficaram calados, ninguém respondia.

- Quero uma resposta decidida e unânime!

- Não!! - respondemos todos a uma só voz.

- Poderia dizer-se que cometi uma injustiça?

- Sim!!!
- E por que ninguém fez nada a respeito? Para que queremos leis e regras se não dispomos da vontade necessária para pratica-las?

- Cada um de vocês tem a obrigação de reclamar quando presenciar uma injustiça. Todos. Não voltem a ficar calados, nunca mais!

- Vá buscar o Juan - disse, olhando-me fixamente.

Naquele dia recebi a lição mais prática no meu curso de Direito.

Quando não defendemos nossos direitos perdemos a dignidade e a dignidade não se negocia.



MAGNÍFICO.

QUALQUER SEMELHANÇA COM NOSSO PAÍS NÃO É MERA COINCIDÊNCIA!!!

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

EU TEMIA

Eu tinha medo de ficar sozinho, até que aprendi a gostar de mim mesmo.
Temia fracassar, mas, percebi que só fracasso, se desistir.
Eu tinha medo do que as pessoas pudessem pensar de mim.
Até que percebi, o que conta é o que eu penso de mim.
Eu temia ser rejeitado, até que percebi que devo ter fé em mim mesmo.
Eu tinha medo da dor.
Até que percebi que o sofrimento só me ajuda a crescer.
Eu temia a verdade.
Até descobrir a feiúra da mentira.
Eu temia a morte, até que aprendi que a morte não é o fim, mas o começo.
Temia o ódio, até que aprendi que o ódio é apenas ignorância.
Eu temia o ridículo, até que aprendi a rir de mim mesmo.
Temia ficar velho, até que compreendi que a cada dia ganho sabedoria.
Temia ser ferido nos meus sentimentos
Eu tinha medo até ao último, temia a escuridão.
Até que entendi a beleza da luz de uma estrela
Temia mudanças, até que percebi que as mudanças porque tem que passar uma borboleta antes de poder voar.
Vamos enfrentar cada obstáculo à medida que apareçam em nossas vidas com coragem e confiança.
E não se esqueça que, no final, haverá sempre uma esperança a mais.



http://cesarbritolocutor.blogspot.com.br/2012/02/eu-temia.html

A arte de amar...

A arte de amar...




Ninguém sabe explicar.
Não tem uma regra a ser seguida.
Algumas pessoas amam o que não podem ter.
Outras amam somente quando passam a ter.
Uns amam o que inventam, outros inventam algo para amar.
Algumas ainda dizem "EU TE AMO", sem nenhuma verdade no olhar.
Outras não falam por falta de coragem.
Ou apenas não podem levar adiante um amor não permitido.
Já que o amor é tão puro, por que existem amores proibidos?
Quem ordenou que o coração têm que pertencer a uma só pessoa?
Não sei a resposta para tantas questões amorosas.
Mas sei do meu amor e amores.
Estes tenho certeza.
Que sempre foram os mais verdadeiros sentimentos.
Por isso não quero durante minha vida toda, procurar por respostas.
Só quero mesmo continuar sentindo e vivendo.
Cada um dos meus amores.
Intensamente, sem controle e sem limites.
Quero apenas viver esta arte de amar!

(Texto: Cacau Manzo)

Do facebook Amar faz bem (http://www.facebook.com/pages/Amar-faz-bem/157874747605481)
Blog:  http://lamarfazbemporlucilazevedo.blogspot.com/

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

As razões do meu sumiço - Dicas de Martha Medeiros



Sumi porque só faço besteira em sua presença, fico mudo
quando deveria verbalizar, digo um absurdo atrás do outro quando
melhor seria silenciar, faço brincadeiras de mau gosto e sofro
antes, durante e depois de te encontrar.
Sumi porque não há futuro e isso não é o mais difícil de
lidar, pior é não ter presente e o passado ser mais fluido que o ar.
Sumi porque não há o que se possa resgatar, meu sumiço é
covarde mas atento, meio fajuto, meio autêntico, sumi porque
sumir é um jogo de paciência, ausentar-se é risco e sapiência,
pareço desinteressado, mas sumi para estar para sempre do seu
lado, a saudade fará mais por nós dois que nosso amor e sua
desajeitada e irrefletida permanência.
Martha Medeiros

domingo, 2 de dezembro de 2012

Angel

Não existe lugar tão distante que os anjos não possam te encontrar.
Por mais que queiras viver no isolamento, há de existir um momento, quer pelo cansaço, quer pela solidão, em que baixarás a tua guarda.
É nesse momento em que eles te abraçam e que percebes que a vida vale a pena.
Aceite com doçura o abraço do teu anjo guardião. Ele é aquela “voz” que tu tens, e que teimas em chamar de intuição.



Do facebook Amar faz bem (http://www.facebook.com/pages/Amar-faz-bem/157874747605481)

Blog:  http://lamarfazbemporlucilazevedo.blogspot.com/


quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Oração Nossa - Chico Xavier









Oração Nossa

Senhor ensina-nos a orar, sem esquecer o trabalho.
A dar, sem olhar a quem.
A servir, sem perguntar até quando...

A sofrer, sem magoar, seja quem for.
A progredir, sem perder a simplicidade.
A semear o bem, sem pensar nos resultados...

A desculpar, sem condições.
A marchar para frente, sem contar os obstáculos.
A ver sem malícia...

A escutar, sem corromper os assuntos.
A falar, sem ferir.
A compreender o próximo, sem exigir entendimento...

A respeitar os semelhantes, sem reclamar consideração.
A dar o melhor de nós, além da execução do próprio dever, sem cobrar taxas de reconhecimento...

Senhor, fortalece em nós, a paciência para com as dificuldades dos outros, assim como precisamos da paciência dos outros, para com as nossas próprias dificuldades...

Ajuda-nos para que a ninguém façamos aquilo que não desejamos para nós...

Auxilia-nos, sobretudo, a reconhecer que a nossa felicidade mais alta será, invariavelmente, aquela de cumprir seus desígnios onde e como queiras, hoje, agora e sempre.

Chico Xavier



Do facebook Amar faz bem (http://www.facebook.com/pages/Amar-faz-bem/157874747605481)

Blog:  http://lamarfazbemporlucilazevedo.blogspot.com/

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

O Óbvio - Não dá pra segurar o riso no final!

O  ÓBVIO

Em uma escola muito heterogênea, onde estudam alunos de várias classes sociais, durante uma aula de português, a professora pergunta:

- Quem sabe fazer uma frase com a palavra "óbvio"?



Rapidamente, Luana, menina rica, uma das mais aplicadas alunas da classe, respondeu:


- Prezada professora, hoje acordei bem cedo, depois de uma ótima noite de sono no conforto de meu quarto. Desci a enorme escadaria de nossa residência e dirigi-me à copa onde era servido o café. Depois de deliciar-me, fui até a janela que dá vista para o jardim de entrada. 
Percebi que se encontrava guardado na garagem o automóvel BMW do meu pai. Pensei com meus botões:


- É ÓBVIO que meu pai foi ao trabalho de Audi.


Sem querer ficar para trás, Luiz Cláudio Wilson, de uma família de classe média, acrescentou:



- Professora, hoje eu não dormi muito bem, porque meu colchão é meio duro.  Eu consegui acordar assim mesmo, porque pus o despertador do lado da cama. Levantei meio zonzo, comi um pão meio muxibento e tomei café. Quando saí para  a escola, vi que o fusca do papai estava na garagem. Imaginei:


- É ÓBVIO que o papai não tinha dinheiro para gasolina, foi trabalhar de busão.

Embalado na conversa, Wandercleison Maicon Jáqueson, de classe baixa (é óbvio), também quis responder:

- Fessora, hoje eu quase não durmi, porquê teve tiroteio até tarde na favela. Só acordei de manhã porquê tava morrendo de fome, mas não tinha nada pra cumê mesmo... quando olhei pela janela do barracão, vi a minha vó com o jornal debaixo do braço e pensei:

- É ÓBVIO que ela vai cagá. Num sabe lê...

AGORA, DORME COM UM BARULHO DESSE! 
kkkkkkkkkkkkkkkkkkk...



FAÇAMOS UM TRATO

Se alguma vez descobres
Que olho para teus olhos
E um veio de amor
Reconheces nos meus,
Não penses que deliro,
Penses, simplesmente, que
Podes contar comigo.
Se outras vezes me encontras
Zangado sem motivo,
Não penses que é fraqueza;
Assim mesmo podes contar comigo.

Mas façamos um trato:

Eu quisera contar contigo!
É tão lindo saber que existes!
Sente-se vivo!

E quando digo isso,
Não é para que venhas
Correndo em meu auxílio .

Se não para que saibas,
Que tu sempre podes contar comigo!

(Mario Benedetti )

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Os três professores da nossa vida!


Nesta vida temos três professores importantes: o “Momento Feliz”, o “Momento Triste” e o “Momento Difícil”.

O “Momento Feliz” mostra o que não precisamos mudar.
O “Momento Triste” mostra o que precisamos mudar.
O “Momento Difícil” mostra que somos capazes de superar.
 
Os obstáculos te mantém forte.
As mágoas te mantém humano.
Os choques te mantém humilde.


sábado, 14 de julho de 2012

Dirija sem encarar os outros motoristas como inimigos « Trânsito + Gentil

Dirija sem encarar os outros motoristas como inimigos

A falta de gentilezas e de respeito entre os condutores dificulta a qualidade de vida nas ruas. Com mais colaboração entre os motoristas, teríamos menos situações desgastantes nas ruas. E nem é (tão) difícil. Basta uma mudança de postura e de visão em relação às pessoas que estão ao seu redor. Fica o convite: confira essa compilação de dicas gentis e reflita. :)

  • É muito chato quando você quer mudar de faixa e o motorista ao lado não te dá passagem, né? Não aja como ele quando outro motorista quiser trocar de pista. O que vai, volta.
  • Não, “um minutinho” não é inofensivo. Nunca pare em fila dupla ou em locais proibidos. Esse “minutinho” pode prejudicar o fluxo do trânsito e causar um baita congestionamento!
  • Sempre dê a seta de direção para o motorista de trás (ou ao lado) saber o que você vai fazer. Faça isso até mesmo quando não houver outros carros por perto, assim você adquire o hábito e também sinaliza aos pedestres e ciclistas.
  • Ao procurar vaga no estacionamento do shopping ou do supermercado, não obstrua o corredor dirigindo devagar. Se você precisar mesmo encontrar uma vaga naquele piso, pelo menos deixe o carro de trás ultrapassá-lo.
  • Se você se deparar com um carro em manobra ou saindo de uma vaga (ou garagem), espere o motorista terminar, ao invés de ir para cima dele,  impedindo-o de sair.
  • Nunca buzine sem necessidade. Isso ajuda a diminuir a poluição sonora e evita sustos desnecessários nas ruas!
  • Não parar em cima da faixa de pedestre é bom, mas melhor ainda é não acelerar quando enxergar uma pessoa atravessando a rua, mesmo que ela esteja distante da faixa.
  • Esteja sempre atento ao trânsito e dirija em velocidade compatível com o fluxo. Se estiver devagar, mantenha-se na faixa da direita. Assim, você não atrasa os carros atrás de você.
  • Jamais dirija como se estivesse competindo. Isso vale para quem praticamente encosta no carro da frente, pra quem costura entre as pistas e pra quem força a entrada em uma pista.




Dirija sem encarar os outros motoristas como inimigos « Trânsito + Gentil

Evite usar o celular ao dirigir | Trânsito+gentil

domingo, 8 de julho de 2012

“TUDO DEPENDE SÓ DE MIM” - Charles Chaplin.


Tudo depende de mim!!!

Levanto de manhã pensando no que devo fazer antes do relógio marque meia-noite.

É minha função que tipo de dia eu vou ter hoje.

-Posso reclamar porque está chovendo... ou agradecer ás águas por lavarem a poluição e por renovar o ciclo das flores, das frutas.

-Posso ficar triste por não ter dinheiro... ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.

-Posso reclamar sobre minha saúde... ou dar graças por estar vivo.

-Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria... ou posso ser grato por ter nascido.

-Posso reclamar por ter que ir trabalhar... ou agradecer por ter trabalho.

-Posso sentir tédio com as tarefas de casa... ou agradecer a Deus por ter teto para morar.

-Posso lamentar decepções com amigos... ou me entusiasmar com a possibilidade de novas amizades.

-Se as coisas não saírem como planejei, posso ficar feliz por ter o hoje para recomeçar.

-O dia esta na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

A RATOEIRA


Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali. Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.
Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos:
- Há uma ratoeira na casa,uma ratoeira na casa!
A galinha, disse:
- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me
incomoda.
O rato foi até o porco e lhe disse:
- Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira!
- Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser rezar. Fique tranquilo que o senhor será lembrado nas minhas preces.
O rato dirigiu-se então à vaca. Ela lhe disse:
- O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!
Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro.
Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia caído na ratoeira..
No escuro, ela não viu que a ratoeira havia prendido a cauda de uma cobra venenosa.
E a cobra picou a mulher...
O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital.
Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha.
O fazendeiro pegou seu cutelo (pequeno facão) e foi providenciar o ingrediente principal. Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá-los o fazendeiro matou o porco.
A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.
Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que, quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco.

“O problema de um, é problema de todos quando convivemos em grupo/equipe.”


terça-feira, 5 de junho de 2012

Tempos Modernos

Uma explicação bem atual!!


- Papai, como eu nasci?
- Muito bem, um dia tínhamos de ter esta conversa.
E o pai continua:
- O que aconteceu foi o seguinte: Eu e a tua mãe conhecemo-nos em um desses chat's da internet. O papai marcou uma interface com a mamãe em um cybercafé e acabamos conectados no banheiro deste mesmo café. A seguir a mamãe fez alguns downloads utilizando o hardware do papai e quando estava tudo pronto para a transferência de arquivos, descobrimos que não tínhamos um firewall instalado. Como era tarde demais para fazer o Esc, o papai acabou por fazer o upload com a mamãe de qualquer modo. E nove meses depois... o vírus apareceu!

NEM FILHO É FEITO COMO ANTIGAMENTE!!!!
rsrsrs....



segunda-feira, 23 de abril de 2012

Um meio ou uma desculpa - Roberto Shinyashiki


"Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho, sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes. Da mesma forma, se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá que se dedicar a isso, superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com eles, deixar de lado o orgulho e o comodismo.
...
Se quiser um casamento gratificante, terá que investir tempo, energia e sentimentos nesse objetivo.
O sucesso é construído à noite!
Durante o dia você faz o que todos fazem.
Mas, para obter um resultado diferente da maioria, você tem que ser especial.
Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados.
Não se compare à maioria, pois infelizmente ela não é modelo de sucesso.
Se você quiser atingir uma meta especial, terá que estudar no horário em que os outros estão tomando chopp com batatas fritas.
Terá de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão.
Terá de trabalhar enquanto os outros tomam sol à beira da piscina.
A realização de um sonho depende de dedicação.
Há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica.
Mas toda mágica é ilusão e a ilusão não tira ninguém de onde está.
Em verdade, a ilusão é combustível dos perdedores pois...
"Quem quer fazer alguma coisa, encontra um meio. Quem não quer fazer nada, encontra uma desculpa.""

Minha amiga linda Ariane Saraiva enviou-me por e-mail.

terça-feira, 27 de março de 2012

O velho João


Essa mensagem é para que todos nós reflitamos o verdadeiro motivo de sermos chamados "filhos de Deus".

Certa manhã, uma mulher bem-vestida parou em frente de um homem sem-teto, que olhou para cima lentamente ... e reparou que a mulher parecia acostumada com as coisas boas da vida. O casaco era novo. Parecia que ela nunca tinha perdido uma refeição em sua vida. Seu primeiro pensamento foi:

"Só quer tirar sarro de mim, como tantos outros fizeram ....”

- "Por favor, Deixe-me sozinho!” - Resmungou o homem...

Para sua surpresa, a mulher continuou de pé. Ela estava sorrindo, seus dentes brancos exibidos em linhas deslumbrantes.
- "Você está com fome?", perguntou ela.

- "Não Imagina" , respondeu sarcasticamente. -'' Agora vá embora."
O sorriso da mulher se tornou ainda mais amplo.

De repente, o homem sentiu uma mão suave debaixo do braço.

- "O que está fazendo, senhora?" Perguntou o homem irritado. - " Eu Disse para deixar-me sozinho!"

Neste momento um policial chegou.E Perguntou ...

- "Existe algum problema, senhora?"
"Não tem problema nenhum aqui, Sr. Policial” , a mulher disse... - "Eu só estou tentando ajudá-lo a ficar de pé ...” “Pode me ajudar?”

O policial coçou a cabeça.

- "Sim, o velho João é mesmo um estorvo por aqui há anos, o que você
quer com ele?" Perguntou o policial...

"Ve o restaurante ali?" , Perguntou ela. "Eu vou dar-lhe algo para comer e tirá-lo do frio por um tempo."

- "Senhora, está louca?" O homem sem-teto resistiu. - "Eu não quero ir para lá! ”

Então sentiu mãos fortes segurando os braços e levantá-lo.
- "Deixe-me ir, eu não fiz nada oficial ..."

"Não vê, que esta é uma boa oportunidade para você" , o oficial sussurrou em seu ouvido.

Finalmente, e com alguma dificuldade, a mulher e o oficial levam João para o restaurante e o sentam em uma mesa num canto do restaurante. Era quase duas horas, a maioria das pessoas já tinha servido o almoço e para jantar o grupo ainda não tinha chegado ....

O gerente do restaurante veio a eles e perguntou.
- "O que está acontecendo aqui, oficial? — O que é isso?
- "E este homem está em apuros. Esta senhora trouxe-o aqui para comer alguma coisa", respondeu o oficial.

- "Oh não, aqui no meu restaurante não!" - o gerente respondeu com raiva. - "Ter uma pessoa como essa aqui é ruim para meus negócios!”


O velho João sorriu com os poucos dentes.

- "Senhora, eu lhe disse. Agora, você vai me deixar ir embora?. Eu não queria vir aqui desde o início."

A mulher foi até o gerente do restaurante sorriu e falou ...

- "O senhor está familiarizado com Harris & Associates?, a empresa que fica a duas ruas daqui?

- "Claro que eu sei" , respondeu o gerente impaciente. - "Eles fazem as suas reuniões semanais aqui e jantam no meu restaurante".

- "E você ganha um monte de dinheiro fornecendo alimentos para essas reuniões semanais certo?" Perguntou a Sra...

- "Sim, e o que isso importa para você?” — perguntou o gerente impaciente.

- “Eu, senhor gerente, sou Penelope Hernandez, Presidente e Proprietária daquela empresa. " — disse ela ainda sorrindo.

- "Oh meu Deus, me desculpe Sra.!” — disse o gerente sem graça...

A mulher sorriu de novo...
- "Eu pensei que isso poderia fazer a diferença no seu tratamento.

Ela disse ao policial, que se esforçou para conter uma risada.

- "Gostaria de fazer-nos companhia numa xícara de café ou talvez uma refeição, Sr. policial?"

- "Não, obrigado, senhora, obrigado" , respondeu ele. - "Eu Estou de plantão" .

- "Então, talvez, aceita uma xícara de café antes de ir?" — disse ela.

- "Sim, senhora. Isso seria melhor." — respondeu o policial.

O gerente do restaurante virou nos calcanhares como se recebesse uma ordem.

- "Já vou trazer o café para o policial imediatamente Senhora"

O policial observou-a de pé. E falou:

- "Certamente colocou-o no seu no lugar" , disse ele.

- "Essa não foi minha intenção" , disse a Sra. “... - "Acredite ou não, eu tenho uma boa razão para tudo isso."

Ela se sentou à mesa em frente ao seu convidado para jantar. Ela olhou
para ele ...
- "Então João, você se lembra de mim?"

O velho João olhou para no rosto dela, com seus olhos remelentos

- "Eu acho que sim - quero dizer, acho que me é familiar."

"Olha João, talvez eu seja um pouco maior, mas olha-me bem," disse a Sra... Talvez eu esteja mais gordinha agora ... mas quando vc trabalhava aqui, há muitos anos atrás eu vim aqui uma vez, e por esta mesma porta entrei, morrendo de fome e frio." — Algumas lágrimas caíram lhe por suas lindas bochechas ..

- "Senhora?" - disse o policial, eu não podia acreditar no que estava presenciando,
mesmo pensando como uma mulher como a sra. poderia ter passado fome?.

- "Eu tinha acabado de me formar na faculdade em minha cidade natal" ,- disse a mulher. "e vim para a cidade à procura de um emprego, mas não consegui encontrar nada...” Com a voz quebrantada a mulher continuou: “Quando eu tinha meus últimos centavos e entreguei meu apartamento, andava pelas ruas, sem ter o que comer e onde morar, era julho, e estava frio e quase morrendo de fome, quando vi este lugar e entrei, pensando numa pequena chance para conseguir algo para comer”. Com lágrimas nos olhos, a mulher continuou falando ... “O João me recebeu com um grande sorriso".
- “Agora eu me lembro" , disse João.-  "Eu estava atrás do balcão de serviço. Ela se aproximou e perguntou se poderia trabalhar para comer alguma coisa."

- "Você me disse que isso era contra a política da empresa."
A mulher continuou.
- "Então, João, você me fez o maior e mais gostoso sanduíche de rosbife que já vi na vida... deu-me também uma xícara de café, e eu fui para um canto para apreciar a minha refeição. Eu estava com medo que você se metesse em encrencas. Então eu olhei e vi você colocar o valor referente do meu lanche no caixa. Então eu sabia que tudo ficaria bem. "

- "E aí você começou seu próprio negócio?" Disse o velho João.

- "Sim encontrei um trabalho naquela mesma tarde. Eu trabalhei muito, e eu subi com a ajuda do meu Deus Pai. Tempos depois, eu comecei meu próprio negócio, e com a ajuda de Deus,  ele prosperou .."
Ela abriu sua bolsa e tirou um cartão.
- "Quando terminar aqui, eu quero que você faça uma visita ao Sr. Martinez. Ele é o diretor de pessoal da minha empresa e vai encontrar algo para você fazer nela. ”
Ela sorriu.
- "Eu poderia até adiantar-lhe algo, o suficiente para que você possa comprar algumas roupas e arrumar um lugar para viver até se recuperar. Se você precisar de alguma coisa, minha porta estará sempre aberta para você João."

Havia lágrimas nos olhos do idoso.
- "Como eu posso agradecer-lhe ”, ele perguntou.

- "Não me agradeça" ela respondeu. - "Deus da-lhe glória. Ele me trouxe a você."

Fora do restaurante, o policial e a mulher pararam e antes de ir embora ela disse:

- "Obrigado por toda sua ajuda!” .
Em vez disso, o oficial disse:

- "Obrigado eu, que hoje vi um milagre, algo que eu nunca vou esquecer. E .... E obrigado pelo café. " .....

Que Deus te abençoe sempre e não se esqueça que quando jogamos pão sobre as águas, você nunca sabe quando ele será devolvido para você... Deus é tão grande que pode cobrir o mundo com amor e tão pequeno para entrar em seu coração.

Quando Deus te leva à beira do precipício, confie N'ele completamente e deixe-se levar. Apenas uma outra coisa vai acontecer, ou Ele segura quando você cair, ou Ele vai te ensinar a voar!

Quando Deus fecha portas, ninguém pode abrí-las e quando Deus abre ninguém mais pode fechar ...

Se você precisa de Deus para abrir uma porta para você ....

Compartilhe esta mensagem.
E lembre-se de ser uma bênção para os outros...
Deus tem visto suas lutas, e uma bênção poderá estar chegando à sua vida.

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

ONDE VOCÊ COLOCA O SAL?



O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo de água e bebesse.
- Qual é o gosto? - perguntou o Mestre.
- Ruim - disse o aprendiz...
O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.
Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago.
Então o velho disse:
- Beba um pouco dessa água.
Enquanto a água escorria do queixo do jovem o Mestre perguntou:
- Qual é o gosto?
- Bom! Disse o rapaz.
- Você sente o gosto do sal? Perguntou o Mestre.
- Não, disse o jovem.
O mestre, então, sentou ao lado do jovem e disse:
- A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta. É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu.
Em outras palavras: É deixar de Ser copo, para tornar-se um Lago. "Entender a vontade de Deus nem sempre é fácil, mas crer que Ele está no comando e tem um plano pra nossa vida faz a caminhada valer à pena".

domingo, 26 de fevereiro de 2012

PARA REFLEXÃO!!!!!!


Recebido por e-mail!

Quando estiver desanimado lembre-se do PORCO !

Um fazendeiro colecionava cavalos e só faltava uma determinada raça. Um dia ele descobriu que seu vizinho tinha este determinado cavalo. Assim, ele atazanou seu vizinho até conseguir comprá-lo. Um mês depois o cavalo adoeceu, e ele chamou o veterinário que disse:
- Bem, seu cavalo está com uma virose, é preciso tomar este medicamento durante três dias. No 3º dia eu retornarei e caso ele não esteja melhor será necessário sacrificá-lo. Neste momento, o porco escutava a conversa. No dia seguinte, deram o medicamento e foram embora. O porco se aproximou do cavalo e disse:
-Força amigo, levanta daí senão será sacrificado!!!.
No segundo dia, deram o medicamento e foram embora. O porco se aproximou novamente e disse:
- Vamos lá amigão, levanta senão você vai morrer! Vamos lá, eu te ajudo a levantar.
Upa! Um, dois, três...
No terceiro dia, deram o medicamento e o veterinário disse:
- Infelizmente vamos ter que sacrificá-lo amanhã, pois a virose pode contaminar os outros cavalos.
Quando foram embora, o porco se aproximou do cavalo e disse:
- Cara, é agora ou nunca! Levanta logo, upa! Coragem! Vamos, vamos! Upa! Upa! Isso, devagar! Ótimo, vamos, um, dois, três, legal, legal, agora mais depressa, vai....fantástico! Corre, corre mais! Upa! Upa! Upa! Você venceu campeão!!!.
Então, de repente o dono chegou, viu o cavalo correndo no campo e gritou:
- Milagre!!! O cavalo melhorou, isso merece uma festa!Vamos matar o porco!.

Pontos de Reflexão: Isso acontece com freqüência no ambiente de trabalho. Ninguém percebe qual é o funcionário que realmente tem mérito pelo sucesso, ou que está dando o suporte para que as coisas aconteçam.

SABER VIVER SEM SER RECONHECIDO É UMA ARTE!

Se algum dia alguém lhe disser que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se: amadores construíram a Arca de Noé e profissionais o Titanic.

PROCURE SER UMA PESSOA DE VALOR, AO INVÉS DE UMA PESSOA DE SUCESSO!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

AVIÕES DO FORRO - SEM FRONTEIRAS



Sem Fronteiras
Aviões do Forró

Ah! Se tu soubesses o bem que me fez
Eu tô tão feliz!
Feliz outra vez!
Bem na hora certa você apareceu
Virou meu Romeu
Chegou, roubou a cena!
Fiquei na corda bamba
Caí na sua onda
Com tino de conquistador
Chegou e um beijo me roubou
Agora você some, por onde você anda?
Venha de novo me roubar,
me leve pra qualquer lugar

No cometa, ou num avião
Numa nave, pras estrelas!
Nos teus braços e no coração
Sem destino, sem fronteiras